Mais Recente Obsessão

375959529 65daf36a27 o Mais Recente Obsessão

Em dias-noites de calor sobejo e tempo arisco, o simples pensamento de se cozinhar uma pasta, ainda que por poucos minutos, pode ser o suficiente para desencorajar-me de comer.

Mas um ingrediente mui versátil de origem norte-africana trouxe-me alento, inspiração e uma sustância ao mesmo tempo reconfortante e delicada para as misturas ligeiras e refrescantes que invento de última hora para burlar a inapetência do cansaço.

Trata-se do cuscuz, que prefiro continuar a grafar como o conheci: couscous.

A preparação é por demais simples e rápida: basta adicionar água pelando (ou caldo) sobre os grãos e aguardar três minutos para hidratar. Ahá! Mas precisa ferver a água, o Leitor e a Leitora podem observar, não sem razão.

Mas minha ladinice por vezes se manifesta para enganar esse caloredo. Num refratário fundo levei água a ferver no microondas, sobre a qual depois fiz cair em chuva fina o couscous. A embalagem recomendava caldo e óleo, mas usei água simples mesmo, pois queria uma base neutra sobre a qual criar mil inventos.

Separei os grãos com a ajuda de um garfo e guardei a sêmola fofinha no refrigerador, já prevendo a confecção desta simpática…

Saladinha 1, 2, 3 de Atum com Couscous

Ingredientes:

  • 1 tomate bem maduro e saboroso
  • 1 lata de atum em água
  • 1 colher de chá de mini-alcaparras
  • 1 colher de chá da salmoura das alcaparras
  • 1 colher de sopa de cebola roxa picadinha
  • ½  xícara de couscous de excelente qualidade (meça depois de hidratado)
  • 1 colher de chá de molho de pimenta suave
  • o suco de meio limão
  • sal moído na hora a gosto (não muito, lembre-se de que já temos sal na alcaparra e no atum)
  • umas três ou quatro folhas de hortelã rasgadinhas
  • uma porção generosa do melhor azeite que seu bolso permitir

Como fazer:

  1. Abra a lata de atum, escorra e transfira o conteúdo para uma tigela de vidro.
  2. Lave bem e pique o tomate em cubinhos. Nem me dei ao trabalho de retirar a pele nem as sementes, mas você pode fazê-lo se assim preferir. Junte-o ao atum
  3. Adicione os outros ingredientes, mexa com o garfo para afofar a mistura e sirva.

Já experimentei também usar cenouras raladas e pepinos em tiras finíssimas, entre outras crocantices, e acredito ser possível usar de muita criatividade na composição dessa saladinha.

Recomendo apenas um certo cuidado na variedade e equilíbrio de ingredientes para manter a textura interessante e os sabores distinguíveis.

Não faça como eu, que da primeira vez que tentei usar couscous, fiz pouco caso da proporção recomendada de água e sólido e acabei com uma sopa langanhenta em vez de floquinhos macios.

Quanto mais subterfúgios resolvia usar, mais horrendo ficava o resultado: uns minutos no microondas, mais limão, muuuito mais azeite, sal, escorrer numa peneira… tudo vãs tentativas loucas de remendar o que não tinha mais conserto.

Aprendi a lição, entretanto, e agora tenho na geladeira um pote mágico de grãos dourados e soltinhos para empregar onde bem souber para montar uma salada, um acompanhamento, um recheio para tomates, um tabule diferente ou mesmo para substituir um bocado de arroz.

P.S.: Quem me atiçou a cobiça para o couscous foi a querida Dani, do Fouet.



26 comentários em “Mais Recente Obsessão

  1. Cissa/Lucia

    Essa saladinha deve ser uma verdadeira maravilha! Eu adoro couscous e tenho por habito fazer salada!! Vou exprimentar a sua sugestão!
    Uma pergunta a receita é para uma pessoa??

    Beijos

    Lucia

    Responder
  2. Dadivosa

    Cris, nessa hora a gente precisa ser obediente e seguir a proporção recomendada na embalagem, senão vira sopa ou brita!

    Cissa/Lucia, como direi… deu para uma pessoa com fome, no caso, eu. Foi prato único, não comi mais nada e fiquei satisfeita sem me sentir “repleta”. :D

    Silvia, e eu nunca fiz o cuscuz paulista, vamos trocar umas dicas? ;***

    Responder
  3. Aninha

    Eu nunca comi couscous e estou muito tentada a fazer. Eu sempre faço o cuzcuz paulista que é feito com farinha de milho. Aliás o meu ultimo saiu ótimo e foi aprovado pelo namorado, que sempre falava que o da mãe era melhor…Calei a boca dele…rs
    Beijos

    Responder
  4. Márcia

    Ai, dadi, tô com uma caixinha aqui em casa, ams ainda não tive coragem de fazer… Acho elaborado demais, e morro de medo!
    Mas a idéia da saladinha pareceu-me deveras tentadora, vou tentar colocar em prática…
    Metendo a colher onde não sou chamada, e respondendo à Elisa, esse couscous não é aquele de milho não, amiga. É um que vem numa caixinha, geralmente, e se escreve desse jeito ‘refinado’.
    Bjos!

    Responder
  5. marta

    dadi, gostei muito de te ver na tv com as outras meninas, timida mas gracinha! bom, nunca fiz couscous mas vou tentar tb, achei o seu muuuito apetitoso! vc ou alguem daqui sabe fazer bolo de limão com yogurte?

    Responder
  6. Dadivosa

    Patricia, você vai gostar…eu agarântio!

    Elisa, deixe de modéstia, mulher! Só o fato de passear pelos sites já é um indício de que sua Dadivosa aí está doidinha para se libertar :)

    Maria Helena, eu não sabia fazer direito (olha a minha teimosia aí!), mas depois que li as instruções o negócio vingou bem.

    Fer, comi um pouco do bagunçado enquanto enformava esse… não resisti :)

    Cissa, se quiser, você pode adicionar ingredientes um pouco mais picantes à mistura… ou comê-lo morninho, como se fosse uma farofa… (mil idéias ocorrem-me agora!)

    Aninha, você, de aprendiz, nada tem! Eu acho cuscuz paulista difícil (embora nunca tenha tentado).

    Márcia, isso não é elaborado não! É mais fácil que cozinhar macarrão, vai por mim! Experimente e depois conte pra nós :D

    Oi Marta, seja bem-vinda! Olha, sou superfã de iogurte, faço os meus em casa e utilizo em várias receitas. Por acaso publiquei aqui uma receita ótima de Quadradinhos de Limão. Você pode substituir os 60 ml de leite por iogurte que vai ficar bem gostoso!

    ;***

    Responder
  7. Eliane

    Couscous é tudo de bom. Experimentem colocar tb frutas secas, tipo passas ou damasco. Não sei se combina com atum, mas faço com camarão e fica muiiittto bom.

    Responder
  8. marta

    oi dadi, super obrigada pela resposta e pela receita! já imprimi e minha dadivosa interior esta vindo à tona por sua causa , depois de um loooongo tempo de hibernação! bati até um bolinho ontem!! rsrsrsr…beijos

    Responder
  9. Dadivosa

    Eliane, estou sonhando com damascos e camarões desde que li seu comentário! Adorei a dica, obrigada!

    Agda, na embalagem tinha a receita de um tabule verde que ainda quero testar.

    Daninha, e você não vai contar para a gente quais são os seus inventos? hein? ;)

    marta, que notícia maravilhosa! Folgo em saber que sua Dadivosa está em chamas :D

    ;***

    Responder
  10. Neile

    Dadi! Eu fiz!! Maravilhoso! Leve, Saboroso, Refrescante, Alimentante ! Tudo, tudo!! E rende…mas, eu coloquei um poquim mais de couscous pq o meu tava molhadinho demais…ficou bótimo também! Vamos fazer este de damasco e camarão, hein? Hein?! Diz que sim, sim?!?! Siiiiimmm??
    Beijucas e bótimo findi!

    Responder
  11. valentina

    Dadi eu sou louca por couscous. Gosto muito de usar passas nele com ervas. Realmente é bem prático, e versátil. Comprei uns graos em brasilia e preparei uns para a minha mae para ver se ela tambem ficava viciada. adorou principlamente a praticidade.bjs

    Responder
  12. marta

    dadi, vou fazer hoje tb “seu ” couscous”…sempre fiz o que minha familia faz à seculos, aquele paulista de farinha de milho..tenho desde sempre guardado esse sabor, achei inclusive no caderno de receitas da tia avó de minha mãe, seculo passado, que guardo comigo e repito a receita com seus truques. super beijo!

    Responder
  13. karen

    Dadivosa,

    Só uma dúvida me assalta ? Nunca fiz couscous, portanto, não sei qual é o produto especificamente que devo procurar no mercado. Aparece na embalagem o nome couscous ? Preciso urgentemente fazer porque adoro esse prato, embora nunca tenha feito, e essa linda foto atiçou meus desejos. Desculpe pela pergunta amadora.

    Bjos,

    Karen

    Responder
  14. Verena

    Dadi, que delícia de salada!!!! Eu vi no Brigadeiro de Colher (Ana) e não resisti… fiz e amamos aqui em casa!!!
    Realmente é um prato muito saboroso e se presta muito bem a uma refeição leve mas substanciosa, própria para os dias quentes que estamos enfrentando!
    Obrigada pela receita dilícia!
    Um beijo!

    Responder
  15. Luciana

    Oi Dadi,

    Obrigada pela dica, não tinha visto esta receita não.

    Esta noite pretendo apresentar minha pequena ao mundo do couscous, mas como toda boa criança ela não gosta de nada que não tenha comido antes :)
    Acho que em vez de couscous vou dizer que é um macarrãozinho especial..rsrs espero que cole.

    A receita que separei é feita com frango, depois vou colocar no meu blog.

    Beijos,

    Responder
  16. Elaine

    Eu estou, há meses, correndo atrás de uma receita de tabule.

    Encontrei muitas na net, mas todas com aquele trigo para kibe. Contudo, não é esse ingrediente que consta na receita original…

    Encontro tabules maravilhosos no Carrefour e tenho que me conformar com eles até encontrar o ingrediente que falta para fazer os meus aqui em casa: o couscous… de trigo, não de arroz nem de milho.

    Você usou dele na sua receita.

    Seria possível envirar-me o nome desse produto, a marca, alguma coisa pela qual eu possa identificá-lo nos mercados? Porque, sinceramente, também não estou encontrando por aqui.

    Fico agradecida demais se me responderes por e-mail ou deixar a resposta em meu blog.

    Um abraço.

    Deus te abençoe ricamente.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>




Arquivos

Post aleatório

“Mas é carnaval…

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail