Almoço de Natal

Maman antecipou em nove dias o tradicional almoço de Natal. Relembrando a tradição que acontecia todos os anos na casa da sogra que a acolheu como filha, a Vó Nair, reuniu todos os tios, tias, primos, primas, maridos, esposas e os bisnetinhos que a vó não chegou a conhecer.

Foi um dia especial que acompanhei de longe, mas cujos detalhes do antes-durante-depois todos fizeram questão de me contar. Maman estava especialmente inspirada nesse dia, até discurso fez!

Divido aqui com o Leitor e a Leitora queridos trechinhos de amor dessas tão íntimas e caras lembranças de família, desejando que tenham um lindo almoço de Natal, com a configuração familiar que tenham escolhido para si ou que seja fisicamente possível…

“Naquela sala estava o modesto pinheirinho natural que havia sido enfeitado na véspera, com meia dúzia de surrados enfeites. Na mesa os anjinhos do advento, brinquedo preferido das crianças. Na porta uma estrela de papel dourado, confeccionadahabilmente por mãos trêmulas. (…)

Por volta das 11:30 ia chegando o pessoal que era recebido pela dona da casa. por trás dela, feito uma sombra disputando os abraços e afagos, ficava como a mendigar afeto a beijoqueira tia Dada. (…)

Quando quase todos já haviam chegado, começava a dança das mesas, arrumadas cuidadosamente na garagem, improvisavam-se uns bancos e arrecadavam-se todas as cadeiras disponíveis. Cobriam-se as mesas com vários tipos de toalha, não importava, afinal as mesas também não eram do mesmo tamanho, nem da mesma altura. (…)

Éramos felizes e não sabíamos ou não conhecíamos a palavra saudade. Seja o que for, a lembrança é muito presente e o exemplo muito forte. Tão bonito e poético que merece ser repetido, tantas vezes quanto possível, tanto nesta quanto nas outras gerações, para que se cumpra o que foi prometido ‘Que por amor a ti abençoarei até a mil gerações’.”



10 comentários em “Almoço de Natal

  1. carlinhos lima

    Passei aqui para desejar um Natal repleto de paz, amor e compreensão para todos os que por aqui passarem e em especial para ti.

    Que possas continuar a receber do aniversariante a luz que tem iluminado teus caminhos.

    Responder
  2. Vicki

    Eu ando sem família de sangue aqui no Rio, pois meus tios se mudaram de volta para Porto Alegre, mas passei o Natal na casa de um casal de amigos muito queridos, com direito a dormir com um dos cachorros (para mim isso é um privilégio e não uma coisa horrível, viu?). Ganhei um presente lindo do namorado lindo que adora meus surtos dadivosos (o presente é um incentivo a mais e mais surtos, uma máquina de pão!!) e espero que você esteja tão feliz quando eu ando ultimamente.
    Beijos, querida, tudo de bom!

    Responder
  3. Ana D.

    Adoro entrar aqui e ler o que você escreve…com você, parece que eu partilho de sua história, que vivo também aquele momento…
    Desejo à você um 2008 DADIVOSO!
    beijos Ana D.

    Responder
  4. Ale

    Dadivosa, feliz ano novo e espero que todos seus planos se realizem em 2008 e que seu blog continue cada vez mais gostoso pra deixar a gente com água na boca. Beijão

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>




Arquivos

Newsletter

Assine para receber no seu e-mail